Mestre e fundador

O Mestre

Mestre Maurão começou a praticar capoeira em 1979 na cidade de Santo André (SP), no Grupo Nova Luanda, formando-se seis anos depois, em 1985. Mestre Valdenor dos Santos foi seu mestre e responsável por sua formação.

Contou também com o auxílio e orientação de Mestre Canhão, discípulo de Mestre Bimba, em sua profissionalização como capoeirista.

Mestre Maurão participou na década de 80 de vários campeonatos onde consagrou-se por três anos consecutivos Campeão Brasileiro e por 10 anos Campeão Paulista. 

Em São Paulo, foi um dos líderes da famosa Roda da Praça da República, considerada como uma das rodas de capoeira mais tradicionais do mundo por juntar vários capoeiristas de diversas partes do Brasil. 

No início da década de 90 morou em Londres, na Inglaterra, por dois anos. Lá ministrou aulas de capoeira e participou de apresentações e shows sobre a cultura brasileira. Desde 2000, Mestre Maurão excursiona anualmente para fora do Brasil como convidado para ministrar workshops e participar de eventos de capoeira de diversos grupos. Frequenta e já esteve em vários países da Europa, Asia e América do Norte. Esta vivência o levou a ser internacionalmente reconhecido como um grande atleta da capoeira e propagador da cultura afro-brasileira. 

No Brasil, além de coordenar em seu grupo os diversos locais para o aprendizado da capoeira, Mestre Maurão dedicou-se à realização de um trabalho social organizado e que fosse efetivamente eficaz, levando a comunidades carentes a oportunidade de
desenvolvimento e crescimento, que ele mesmo

obteve através da capoeira. Este trabalho social foi formalizado com a fundação da Associação Capoeira Mandinga que hoje atende de forma direta e indireta aproximadamente XXXX crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade.

Mestre Maurão adquiriu um grande respeito e admiração não somente dentro da comunidade da capoeira, mas também entre os diferentes parceiros que o acompanharam em sua história e seu trabalho, como instituições de ensino, organizações não governamentais e empresas privadas.

O sucesso dos diferentes trabalhos realizados e coordenados pelo Mestre Maurão vem de sua experiência desde 1985 em ensinar capoeira. Neste tempo desenvolveu e sistematizou uma metodologia especifica de ensino para crianças da primeira infância. Hoje, as metodologias de ensino praticadas pelo mestre e os professores do grupo são diferentes dependendo da idade do público: crianças entre 3-6 anos, crianças entre 7-11 anos, adolescentes entre 12-18 anos, adultos (19-60 anos) ou idosos (a partir de 60 anos). São adaptadas as metodologias,  respeitando a condição física, as potencialidades, os limites e as características psicológicas individuais  do público.

O grupo

O Grupo Capoeira Mandinga foi fundado em 1994 por Mauro Porto da Rocha, o Mestre Maurão, reconhecido como um dos expoentes da capoeira brasileira. Com sede em São Paulo, no bairro do Campo Belo, o Grupo atua em outros 11 núcleos na Grande São Paulo e também nas cidades de São Sebastião (SP), Florianópolis (SC), Alvorada (RS) e Três Passos (RS). 

Mestre Maurão segue os fundamentos básicos da capoeira regional criada por Mestre Bimba, mantendo tradições antigas e incorporando alguns avanços da prática da capoeira. A filosofia de trabalho e os fundamentos adotados são passados pelo Mestre e sua equipe com extrema dedicação e respeito aos nossos antepassados. Por isso, a busca da base e o aperfeiçoamento não só da capoeira como luta, mas também de outras manifestações da Cultura Afro-Brasileira como o maculelê, a puxada de rede e o samba de roda são de extrema importância dentro do conceito aplicado às atividades.

Essa preservação da Cultura Afro-Brasileira está inserida no método de ensino do Grupo, que faz um trabalho contínuo de pesquisa sobre danças típicas, contos, vestimentas, musicalidade, toques e cantos. O trabalho não está baseado somente em ensinar a cultura, mas, sobretudo em educar, formar e fortalecer os alunos de acordo com os princípios éticos

e fundamentais para uma vida social digna.

É desta maneira, com um trabalho sério e estruturado que o Grupo Capoeira Mandinga se firmou como uma

referência no meio da capoeira.

O nome "Mandinga"

Os mandingos são um dos maiores grupos étnicos da África Ocidental. São descendentes do Império Mali. Durante os séculos XVI, XVII e XVIII, cerca de um terço da população mandinga foi embarcada para a América como escravos. Uma parte significativa dos afro-americanos nos Estados Unidos e no Brasil são descendentes de mandingos.

Por serem praticantes do Islã, os mandingos eram instruídos e conhecedores da escrita, e suscitavam respeito e fascinação das outras etnias. Eles tinham o hábito de carregar junto ao peito, pendurado em um cordão, pequeno pedaço de couro com inscrições de trechos do Alcorão, que negros de outras etnias denominavam patuá. Eles tinham também o costume de se reconhecer mutuamente recitando trechos do Alcorão uns para os outros. As outras etnias viam, nessa mútua identificação, alguma espécie de magia e alguns poderes extraordinários.

No contexto da capoeira, a palavra mandinga aparece como uma referência a algo que extrapola o conhecimento teórico. É a alma do jogo, a intangibilidade do capoeirista, a capacidade de improvisar e desenvolver gestos fora do normal, parecendo ser mágica. Ser chamado de “mandingueiro” é considerado o melhor elogio que pode ser recebido.

O nome Mandinga foi escolhido tanto pelo significado que tem na capoeira, como porque bem expressa a visão do Grupo: a forte convicção que um melhor conhecimento das raízes, da história e da cultura permite ao indivíduo quebrar os preconceitos, restaurar a confiança em si mesmo, e desenvolver o seu desejo de participar ativamente e dignamente em sua sociedade.

Nosso Time

Nenhum bom prédio pode ser construído sem uma boa estrutura,
com o nosso grupo não poderia ser diferente.
Abaixo você encontrará a nossa equipe de profissionais escolhida pelo Mestre Maurão,
para repassar às próximas gerações de capoeiristas, os fundamentos básicos da filosofia de vida Capoeira Mandinga que instrui e prepara jovens a serem cidadãos responsáveis
e eximios praticantes de capoeira.

Mestre Maurão

Mestre fundador

Mestre Dalua

Mestre

Mestre Pavão

Mestre

Mestre Simba

Mestre

Mestre Fumaça

Mestre

Idalina

Contramestre

Fly

Contramestre

Cibele

Professora

Fernandinho

Professor

Curisco

Professor

Jack

Professor

Boa Ginga

Professor

Preguiça

Professor

Roseta

Professor

Tulipa

Professora

Rafael

Professor

Alladin

Formado

Silvinha

Formada

Amarelo

Estagiário

Naya

Estagiário

Nescau

Estagiário

Rambo

Estagiário

Jiraya

Estagiário

Sistema de Graduação